Assistir filmes e séries instantaneamente

Olá a todos,

Hoje segue uma dica para aqueles que gostam de assistir fimes e séries com áudio original (com ou sem legendas).

Atualmente existem muitos sites e aplicativos que hospedam e permitem baixar fimes e séries de TV, no entanto, nem sempre o conteúdo é de qualidade ou se encontra organizado. Mas isso muda quando utilizamos o aplicativo Popcorn Time.

Com ele podemos assistir filmes, séries de TV e animes recém lançados ou mais antigos com audio original (ou com legendas) com qualidade de, no mínimo, 480p ou 720p e 1080p.

Popcorn Time - Filmes

Aba de filmes disponíveis

Continuar lendo

Anúncios

A Internet das coisas

A internet das coisas trata-se do fruto de um trabalho desenvolvido pelo MIT (Massachusetts Institute of Technology)1, a ideia principal é fazer com que coisas se comuniquem com diferentes coisas. Mas que coisas são essas? Essas coisas podem ser representadas por diferentes tipos de dispositivos, ou melhor qualquer tipo de dispositivo que consiga se conectar em uma rede (por exemplo a internet) e que se comunique com outros dispositivos. Por exemplo: comunicação entre smartphone e laptop.

Continuar lendo

Brasil Avança em Tecnologia de Informação

Brasil melhora em índice que mede o acesso à internet e telefonia

Smartphone

A União Internacional de Telecomunicações (UIT) publicou o seu estudo anual “Medindo a Sociedade da Informação”, baseado em dados de 2012, em que mostra a evolução do Brasil e de outros 157 países do estudo nas chamadas TICs (sigla de “tecnologias de informação e comunicação”).

Felizmente, o Brasil mostrou melhorias no nível de desenvolvimento da sociedade da informação. Com índice de 5,00, o Brasil ficou em 62º lugar no ranking do estudo. No ano anterior, o índice era de 4,59, colocando o país entre os 10 que mais avançaram no período.

Continuar lendo

Um passo para as cidades digitais

Projeto Praças Digitais testa Wi-Fi gratuito no Centro de São Paulo

Primeiro local do projeto Praças Digitais começou a operar nesta quinta-feira em caráter experimental. Licitação para o serviço deve ser iniciada nos próximos meses para que praças de todos os distritos da cidade possam oferecer o serviço até outubro

Começou a funcionar em caráter experimental, na praça Dom José Gaspar, no Centro, o projeto Praças Digitais. O teste foi realizado com a colaboração da Idea – Planejamento de Redes Metropolitanas, empresa que irá deixar o sinal aberto na praça sem custos para a Prefeitura, até que o prestador de serviço, a ser escolhido pela licitação das Praças Digitais, inicie a instalação de sua rede.

“Este teste serve para estudarmos a estrutura, a força do link, a velocidade, se os aparelhos são adequados para que possamos especificar qualquer mudança necessária ainda na licitação”, afirmou o secretário municipal de Serviços, Simão Pedro.

Deste a liberação do Wi-Fi na semana passada até o início da tarde de hoje foram utilizados 8,5 GB para download e 3 GB para upload no local. “Este é um acesso a informação e a cultura a todos, principalmente para aqueles que não têm a possibilidade de ter acesso à internet em casa pode buscar o acesso de graça”, afirmou a estudante de direito Naira, que estava no local.

“Este serviço já é prestado em muitas capitais do mundo. O Brasil está atrasado nesse processo de disponibilização gratuita da conexão para que as pessoas possam dispor dos espaços públicos para se conectar e usar os seus equipamentos, exercitando o direito da comunicação”, afirmou o secretário municipal de Cultura, Juca Ferreira, que também ressaltou: “Estamos vivendo um momento importante na cidade de São Paulo que é a re-apropriação dos espaços públicos, terminando com essa fase de criminalização”.

Também participou do evento o secretário municipal de Direitos Humanos, Rogério Sottili, que lembrou que o acesso livre à internet é um direito fundamental aos cidadãos. “Estamos ocupando os espaços públicos para exercer a nossa cidadania, para discutir os nossos direitos humanos. Isso vai se alastrar por toda a cidade. Vamos debater, vamos discutir e exercer a cultura. Criar e nos comunicar. Isso é o exercício da cidadania. São Paulo estará à altura da sua presença política no cenário mundial”, afirmou.

 Fonte: http://goo.gl/4IJwjV (com alterações)

Segurança de Redes – Prof. e Orientador Daniel Henrique

Redes Sociais: 10 coisas que nunca deveríamos publicar

por Rafaela Pozzebon | OFICINA DA NET

As redes sociais, como sabemos, estão cada dia mais velozes e com mais adeptos espalhados por todo o mundo, assim, o perfil de um usuário pode ser acessado por qualquer indivíduo em qualquer parte do mundo.

Para tanto, se você é daqueles que adora compartilhar tudo que passa na sua vida nas redes sociais, saiba que nem todas as informações podem surtir a seu favor, bem ao contrário, muitas delas podem até causar incômodos.

Confira abaixo 10 dicas do que nunca poderíamos expor nas redes sociais:

1) Data de aniversário: Todos nós gostamos de sermos lembrados no nosso aniversário, não é verdade? Para tanto, as datas expostas nas redes sociais são consideradas um prato cheio para os chamados “ladrões de identidade”, já que essa é uma das principais informações referente a você.

2) Status do relacionamento: Fornecer qualquer tipo de informação pessoal não é legal. Caso alguém tenha interesse na sua vida, essa mudança de status poderá ocasionar problemas. Por exemplo, se você sempre teve o status “casada” e um belo dia alterar para “solteira”, algum especulador irá deduzir que você costuma ficar sozinha em casa, o que, nos dias atuais acaba sendo perigoso.

3) Indicar a sua localização: Quando as pessoas viajam ou mesmo vão para algum lugar que julgam interessante, a primeira coisa é compartilhar a sua localização ou mesmo, postar fotos do local onde está, pois bem, essa informação é valiosa, por exemplo, para alguém que esteja de olho na sua casa, saberá que ela está vazia.

4) Jamais compartilhar que está sozinho em casa: Algumas pessoas não conseguem dar um passo sem antes notificar em alguma rede social. Algumas comentam até com quem estão acompanhas e mais, se estão sozinhas. O ideal não é comunicar nas redes sociais que está sozinho ou mesmo que ficará sozinho em algum momento, pessoas de má índole podem se aproveitar desse fato para ter acesso mais fácil a sua casa.

5) Evite expor a imagem e nome de seus filhos: Sabemos que os orgulhosos pais adoram encher as redes sociais com inúmeras fotos de crianças, o que não sabem é o risco que estão correndo. Colocar o nome completo de crianças nas redes sociais é um perigo, como também, postar certas imagens dos pequenos. Então, como não sabemos quem está vendo, quem está copiando as imagens, melhor mesmo é não expor as crianças. Muitos pedófilos acabam encontrando fotos de crianças e repassando para sites de conteúdo impróprio, assim, o melhor mesmo é guardar as fotos dos anjinhos para você e seus amigos ou, no máximo, compartilhar apenas para os amigos mais chegados.

6) Conversas pessoais: As redes sociais servem para debater ideias, trocar informações, entre outras ações, porém, cuidado para não esquecer que está em uma mídia social e transformá-la em um bate-papo repleta de conversas de cunho pessoal.

7) Inserir informações da empresa em que trabalha: Não é interessante postar comentários sobre a rotina de trabalho dentro de uma empresa. Muitas, inclusive, acabaram bloqueando o acesso as redes sociais para evitar que certos conteúdos acabem sendo expostos. Caso seja seu caso, prefira usar mesmo o tradicional e-mail para trocar informações.

8) Não compartilhe imagens ou mesmo conteúdos que estejam denigrindo alguma pessoa: Sabemos que temos o direito de nos expressar, para tanto, mesmo que você concorde com determinado assunto, tenha o cuidado de se manifestar sobre ele, não use palavras de baixo calão, tampouco acuse alguma pessoa sem provas. Você poderá ser acionado judicialmente sobre isso e responder processo por difamação e calúnia, então, cuidado com os comentários, tudo que é dito, na internet ou não, precisa ser provado.

9) Atenção com as imagens postadas: As pessoas costumam postar fotos que consideram engraçadas nas redes sociais, dançando, bêbadas, em situações estranhas, etc. Pois bem, estas mesmas fotos podem acabar caindo nas mãos de seu chefe, de seus alunos, de seus colegas de trabalho ou mesmo de outras pessoas do seu convívio e não acabarem não sendo bem interpretadas. Lembre-se, uma boa reputação conta muito no meio empregatício.

10) Quanto menos expor detalhes da vida melhor: É muito bom dividir algum resultado positivo da nossa vida. No entanto, reserve aqueles mais íntimos somente para os amigos mais chegados e, de preferência, bem longe das redes sociais. Assim, não espalhe que teve um aumento de salário, uma nova promoção, que o namorado ou namorada lhe presentou com um maravilhoso e caro presente ou até mesmo toda a felicidade que está vivendo. Estas informações, além de gerar a cobiça de terceiros, poderá ser usada para que seu nome ou sua imagem possa ser aplicado em algum golpe. Então, fica a dica, quanto menos informações postadas, melhor para a sua privacidade!

Fonte: http://www.oficinadanet.com.br/

Entenda WEP e WPA, protocolos de segurança de rede Wi-Fi

Boa tarde a todos,

Está disponível postagem na página da disciplina de redes que explica os protocolos de segurança de redes Wi-Fi, suas especificações e como escolher a melhor proteção para a sua rede.

Confiram!

Ir à página: Redes Wireless