Programando em Java

Olá a todos,

Quem estiver interessado em aprender o básico da linguagem de programação Java compartilho o meu repositório no GitHub. Nele vocês vão encontrar diversos algoritmos desenvolvidos em disciplina específica na universidade onde estudo que são apresentados em níveis progressivos de dificuldade.

Os exemplos são simples, mas exigem o uso do raciocínio lógico e abordam os conceitos básicos da linguagem.

Faço uso da IDE Intellij IDEA para a programação, mas nada impede de serem usados outros programas, na verdade, podemos programar até em um editor de texto simples (claro que não seria tão fácil)!

Caso tenham dúvidas ou sugestões sobre os exemplos apresentados podem contar comigo!

Segue link do repositório: https://github.com/zapsys/ProgrAv

Iniciando desenvolvimento para Android

Olá pessoal,

Hoje compartilho um tutorial bem prático para quem deseja iniciar no desenvolvimento de aplicativos para Android. Todos sabemos que a cada ano cresce o número de usuários que se utilizam desse sistema, na verdade, estima-se que existem mais de 1,1 bilhão1 de aparelhos com o sistema da Google. Portanto, para aqueles que desejam adentrar nesse novo leque de oportunidades nunca é tarde para começar.

Bem, mãos à obra. Mas antes de iniciar é necessário satisfazer algumas dependências para começar a desenvolver seus aplicativos, na verdade, são necessários o Java SDK ou OpenJDK (usuários Linux) e o Android SDK, mais uma IDE (Ambiente de Desenvolvimento integrado) que pode ser o Eclipse, NetBeans, IntelliJ IDEA ou Android Studio ou outro de sua preferência. Particularmente, estou usando o IntelliJ IDEA, pois me pareceu mais robusto e leve que os outros, no entanto, o Eclipse e o NetBeans são mais conhecidos. No fim do post deixo os links para download.

Após instalar o Android SDK será necessário baixar vários pacotes (APIs, mas precisamente) necessárias para o desenvolvimento e compilação do aplicativo Android. Vale ressaltar que existem váriais API’s disponíveis desde o Android 1.5 [API 3] até o Android 5.0.1 [API 21] . O projeto do tutorial está sendo construído como base no Android 2.2 [API 8] (API mínima para execução), Android 4.1.2 [API 16] (API de compilação) e o Android 4.2.2 [API 17] (API alvo).

java_00

Após conhecermos um pouco das versões do Android e aprendermos a montar um ambiente de desenvolvimento, vamos colocar a mão na massa e criar um aplicativo Android! Ele é simples, mas é o primeiro passo para conhecer a linguagem, sua estrutura e o mecanismo de funcionamento de um aplicativo.

Continuar lendo

Programando no Linux

Olá pessoal,

Volto novamente a postar uma matéria de interesse para os ‘Programadores do futuro’ e afins de tecnologia e software livre. Não há como negar, mas o uso do Linux está cada vez difundido e para aqueles que pensam que ele é pobre em opções de programas abaixo segue uma pequena mostra das ferramentas que os programadores podem utilizar.

 Os 18 melhores programas para você programar no Linux

Se você é programador deve ter se deparado com Linux no seu trabalho a algum tempo, para ser específico, se você for programador Web e mudou do Windows para o Linux deve ter sentido falta do Adobe Dreamweaver pirata que você usava (rsrsrs). Nas adaptações nem tudo são flores, as vezes penamos para nos acostumarmos com os novos softwares, mas não desista, vale a pena.

Agora vou apresentar a vocês uma lista de 18 programas que podem ser usados para programação nos mais diversos fins.

 1. Bluefish 

Em software livre é melhor para edição de arquivos HTML. Seu depósito é baseado na facilidade de disponibilidade, uso para vários idiomas e compatibilidade de sintaxe com outros “padrões”, como XML, Python, PHP, Javascript, JSP, SQL, Perl, CSS, Pascal, R, Coldfusion e Matlab.Suporta caracteres multibyte, Unicode, UTF-8 e de ser escrito em C e GTK tem um baixo uso de memória, menor do que outras ferramentas de sua espécie. site oficial: http://bluefish.openoffice.nl/index.html

2. Anjuta
 Uma IDE (ambiente de desenvolvimento integrado), trabalhando com C e C + + e agora ampliou seu apoio para Java, Python e Vala. A partir da versão 2 inclui o novo suporte para extensões, o que lhe dá mais funcionalidade do que a versão anterior. Também notável é a coloração de sintaxe e sua integração com o Glade para criar interfaces gráficas. site oficial: http://www.anjuta.org/

3. Glade

 É uma ferramenta de desenvolvimento para interface gráfica do usuário (GUI) programado em C e GTK. Tais ferramentas são independentes de uma linguagem de programação específica, mas mais línguas de apoio incluem C, C + +, C #, Java, Vala, Perl e Python, entre outros. A versão 3 foi totalmente reescrito para tirar vantagem das características do GTK +, reduzindo as linhas de código, permitindo a integração com Anjuta. Ele usa um formato XML chamado GtkBuilder para armazenar dados criados interfaces. site oficial: http://glade.gnome.org/ 
4. GCC
(GNU Compiler Collection) é um grupo criado pelo compilador GNU que originalmente compilado para C. Atualmente suporta “front-ends” para C, C + +, Java, Ada, Objective C, Objective C + + e Fortran, e suporta outros não-padrão línguas como o Go, Pascal, Modula-2, Modula 3 e D. As vantagens de usar o GCC para compilar mentira em otimização de código baseado no microprocessador propriamente dito, verificação de erros, depuração e chamadas de subrotina de otimização. site oficial: http://gcc.gnu.org/
5. KDevelop
Outra IDE, que é otimizada para as distribuições que usam o KDE como ambiente gráfico. Ele suporta C, C + + e PHP. Tal como acontece com outras IDEs, a versão 4 foi totalmente reescrito em C + + utilizando as bibliotecas Qt gráficos, permitindo-lhes integrar com QtDesigner. Compilador falta em si também deve instalar o GCC. Algumas de suas características mais úteis são navegador entre as classes de aplicações e suporte para a definição de classes e do quadro. site oficial: http://kdevelop.org/
6.Eclipse
Uma IDE em Java com mais de 2 milhões de linhas de código. É amplamente utilizado para a sua suporte para vários idiomas, bem como várias linguagens de programação como Java, C, C + +, Ada, Perl, PHP, JSP e Python sh, muitos deles através de plugins comunidade. Os plugins também adicionar outras características importantes, tais como a possibilidade de vários usuários trabalhando no mesmo projeto e extensão do IDE para outras ferramentas. Ele é reconhecido pelo longo caminho que conduz, e é o IDE preferida para os desenvolvedores criarem novos aplicativos e ferramentas de programação como “cliente”. Site Oficial: http://www.eclipse.org/
 7. Kate
Muitos sabem este editor de texto para a plataforma KDE, e ao mesmo tempo que oferece milhares de ferramentas é a sua simplicidade, que se apresenta como uma alternativa para muitos outros.Programado em C + + e Qt, suas principais características são a coloração de sintaxe extensível usando XML, o suporte a sessão e código de rastreamento para C, C + +, Java e outras linguagens.É uma das ferramentas incluídas no pacote kdebase e é usado como um editor de texto para o KDevelop e Quanta Plus Site Oficial: http://kate.kde.org/
8. Aptana Studio
Outro “peso-pesado” entre os IDEs e velho conhecido pelos programadores. Hoje está muito desenvolvida e sua extensão através de plugins estender a sua utilidade para várias linguagens de programação, dentre as quais destacamos PHP, Python, Ruby, Rails, CSS, HTML, Ajax, JavaScript e C. Ele também permite o monitoramento de diretórios do projeto, assistente de desenvolvimento web, depuração, conexão via FTP, Ajax bibliotecas e suporte para plug-ins do Eclipse. site oficial: http://www.aptana.com/ 
9.Emacs

Um editor de texto criado por GNU estendido e programado em C e Lisp. Criado em 1975 por Richard Stallman, já percorreu um longo caminho e hoje existem vários “implementações”, como XEmacs. Funciona como um editor simples que permite aos desenvolvedores editar, compilar e depurar o código. Há também bibliotecas que estendem sua funcionalidade e seus próprios comandos internos. site oficial: http://www.gnu.org/software/emacs/ 

10. GNUStep
Um conjunto de bibliotecas orientadas a objetos, aplicativos e ferramentas escritas em Objective C para desenvolver aplicativos de desktop. Ela tem dois “programas”: Centro de Projetos é o editor geral do projeto e GORM para criar interfaces gráficas de usuário. Ele também tem outras ferramentas como fazem, GUI, banco de dados e de volta. site oficial: http://www.gnustep.org/ 
11. HBasic
Uma alternativa para o Microsoft Visual Basic, um IDE de código que integra a edição e criação de interfaces gráficas para que usa as bibliotecas do KDE gráficos. Você também pode fazer “chamadas” para as bibliotecas Qt e executáveis ​​criados diretamente com o programa compilador. Não há versões mais estáveis ​​liberados desde julho de 2009. site oficial: http://hbasic.sourceforge.net/
12.Lazarus
Um programado em Objective C IDE desenvolvido a partir de Free Pascal, multiplataforma e serve como uma alternativa para o Delphi. Permite a criação de ambientes visuais e programas voltados especificamente para a portabilidade de programas compilados, o que significa que pode ser executado em vários sistemas operacionais. É notável a compatibilidade com os gerentes de banco de dados diversos, como Firebird, PostgreSQL, dBase, FoxPro, MySQL, SQLite, Oracle e Microsoft SQL Server. site oficial: http://www.lazarus.freepascal.org/
13. Netbeans
Um IDE “feito em Java para Java”. Sendo código aberto, mas ele desenvolveu maratónicamente nos últimos anos, permitindo extensões incluem trabalhar com C, C + +, PHP, Ruby, Rails e Python. Suas funções são fornecidos por módulos escritos em Java, e há vários desses módulos que funcionam como Eclipse estilo plugins ou Aptana. Hoje é uma das IDEs mais utilizado para programadores Java e Python. site oficial: http://www.netbeans.org/index_es.html
14. QtCreator

Outro IDE que ajuda a criar interfaces gráficas sem a necessidade de ser escrito em uma linguagem particular. Use bibliotecas Qt GUI e plugins pode realizar projetos para linguagens como Python, C, C + +, Java e Ruby. O IDE permite o acompanhamento do código de projeto, seus diretórios e depuração usando o gdb.Talvez a característica mais marcante é a capacidade de criar aplicativos de desktop e móveis. Seu ponto mais fraco é o consumo de memória um pouco alto. site oficial:http://qt.nokia.com/products/developer-tools 

15. Quanta Plus

É o competidor do Bluefish, uma IDE de desenvolvimento web que está a perder terreno, mas ainda é uma grande ferramenta desenhada para o KDE (também parte do pacote kdewebdev). Ele suporta SSH e FTP, usando a sua visualização KHTML, realce de sintaxe e um analisador que informa corretamente a criação de nossas páginas. site oficial: http://quanta.kdewebdev.org/ 

16. Gambas
A segunda alternativa para o Visual Basic e apoia a criação de aplicativos Qt ou GTK com bancos de dados como MySQL, PostgreSQL e SQLite. Entre seus pontos fortes pode-se citar a familiaridade com o IDE Microsoft, trechos de código atalhos, depuração e programas de exemplo, incluindo Site Oficial:http://gambas.sourceforge.net/en/main.html
17. Android SDK
Android para programadores é muito conveniente ter este programa. Inclui não só as ferramentas básicas para começar a criar aplicativos Android, mas também outros, como gerenciador de pacotes, o Google APIs, a documentação código de exemplo, e programas, ferramentas de desenvolvimento e outros estendida. Destaca-se o pacote NDK que permite incluir no código da aplicação de outras linguagens como C ou C + +. site oficial: http://developer.android.com/sdk/index.html
18. WxFormBuilder
Pequena ferramenta que permite a criação de um ambiente gráfico para pequenas aplicações por wx vendedor. É aconselhável ver também outras aplicações como wxWidgets, um quadro que permite gráficos ligados (via script chamado de “ligações”) com várias linguagens, como Ruby, Python, Perl, D, C e C + + Site Oficial: http://sourceforge.net / projects / wxFormBuilder / Como se vê, há várias ferramentas para programação em GNU / Linux. Apenas uma questão de ver qual é a melhor para as nossas necessidades.

Participação Especial

BlueGriffon

Este software é talvez o mais perto que você poderá realmente chegar do Dreamweaver, se quiser ver mais sobre o programa acesse este link.

E você leitor, usa algum destes aplicativos para trabalhar ou usa algum outro que não foi sitado na lista?

Fonte: http://www.diolinux.com.br/2012/09/os-melhores-programas-para-programar-no-linux.html

Ferramentas para o Técnico de Informática

8 distribuições Linux Live que todo técnico de informática deve conhecer
 

Todos que trabalham na área da informática, especialmente os técnicos de informática, sabem a importância em ter as melhores ferramentas para otimizar seu trabalho. Operações de particionamento de disco, busca por vírus, testes de memória/disco e recuperação de arquivos apagados acidentalmente; são alguns exemplos do que um profissional de informática realiza constantemente! Portanto, para enriquecer mais seu trabalho, segue uma lista de 8 distribuições Linux Live que vão auxiliar e aprimorar (e muito) seu trabalho!

Parted Magic – Gerenciador de partições

O Parted Magic possui como base o software GParted para lidar com tarefas de particionamento com facilidade. Uma extensa coleção de ferramentas de sistema de arquivos também estão incluídos e o Parted Magic suporta os seguintes sistemas de arquivos: btrfs, ext2, ext3, ext4, fat16, fat32, hfs, hfs +, jfs, linux-swap, ntfs, reiserfs, reiser4, e xfs.


OphCrack – Recupere senhas dos usuários do sistema Windows

Essa ferramenta possui uma funcionalidade interessante: é possível recuperar todas as senhas dos usuários do sistema Windows! Seu uso é recomendado quando, por exemplo, alguém esquece a senha de administrador do sistema! O OphCrack irá crackear (revelar) as senhas de todos os usuários do mesmo! Portanto use essa ferramenta com consciência!


Dr.Web Antivirus

Se o seu sistema Windows ou Linux tem tido problemas com malwares, então você deve usar o Dr.Web LiveCD! Dr.Web LiveCD irá limpar o seu computador de arquivos infectados e suspeitos, ajudará você a copiar informações importantes para um dispositivo removível de armazenamento de dados ou em outro computador, e depois tentar eliminar arquivos infectados.


Clonezilla – Clonando os discos

Uma ferramenta que possibilita uma cópia de discos rígidos. Basicamente, você pode fazer um backup completo de sua máquina, criando uma imagem com tudo o que existe nela. É uma opção gratuita ao Norton Ghost. Os sistema de arquivos suportados são: ext2, ext3, ext4, reiserfs, reiser4, xfs, FAT, NTFS, etc.

Site Oficial

http://clonezilla.org/


Rescatux – Recupere a partição MBR facilmente

Muito útil para quem tem dois sistemas operacionais instalados no computador e utiliza o GRUB para escolher por qual deles deseja iniciar. Com o Rescatux, você pode atualizar o menu de inicialização para as versões mais recentes ou, quando der algum problema, voltar às configurações originais.


Network Security Toolkit

Distribuição Linux baseada no Fedora e proporciona um ambiente com várias ferramentas livres para segurança em redes de computadores.


SystemRescueCD

SystemRescueCd é um sistema Linux que roda em um CD-ROM ou um PenDrive, projetado para reparar um sistema e dados após uma falha. Ele também tem como objetivo fornecer uma maneira fácil de realizar tarefas de administração em um computador, como a criação e edição de partições do disco rígido. Ele contém muitos utilitários úteis do sistema (GNU parted, partimage, FSTools) e algumas básicas (editores, Midnight Commander, ferramentas de rede). Indicado por ser muito fácil de usar.


DEFT Linux – Análise forense

Distribuição Linux, criada na Itália, que tem como objetivo auxiliar investigadores, policiais, administradores de sistemas ou qualquer pessoa que deseja realizar uma análise forense em um computador, seja ele Linux ou Windows. Ou seja, permite você descobrir o que houve em determinado incidente computacional; através da análise dos rastros deixados. Além disso, é possível realizar a recuperação de arquivos removidos acidentalmente, com dd_rescue e photorec instalados.


Artigo original: 8 distribuições Linux Live que todo técnico de informática deve conhecer.

Software Livre

Fórum do Software Livre terá 600 horas de programação no RS
O FISL oferece espaço para troca de ideias, colaboração e encontros entre profissionais, estudantes, curiosos e fãs de tecnologiaFoto: Isadora Lescano / Terra

Porto Alegre recebe a partir desta quarta-feira a 14ª edição do Fórum Internacional Software Livre (fisl14), o maior encontro de comunidades de software livre da América Latina. O evento, que vai até sábado, terá mais de 600 horas de programação.

Continuar lendo